Grupo de Puebla rejeita presença de tropas dos EUA na Colômbia

Havana, 2 de junho (RHC).- O Grupo de Puebla rejeitou a presença de tropas dos EUA na Colômbia.

A entidade, integrada por líderes e acadêmicos progressistas de 13 países, disse que o acordo que ampara a chegada dos militares é ilegal porque não foi aprovado pelo Senado colombiano, além de acirrar as tensões na fronteira com a Venezuela.

O comunicado do Grupo de Puebla sublinha que esse acontecimento poderia se transformar na plataforma de lançamento de uma ofensiva militar anunciada pelo presidente norte-americano, Donald Trump, contra o território venezuelano. Isso desestabilizaria a segurança no hemisfério, sublinha o texto.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up