Candidato presidencial democrata nos EUA acusa Trump de usar o exército contra o povo

Havana, 2 de junho (RHC).- Joe Biden, candidato presidencial do partido Democrata para as eleições deste ano, acusou o atual mandatário, Donald Trump, de usar o exército contra os que protestam pelo assassinato de um cidadão afro-americano nas mãos da polícia de Minneapolis.

“Ele está usando o exército dos EUA contra a população”, expressou no Twitter.

Trump decidiu utilizar mais de 66.000 soldados em todo o país para reprimir os manifestantes, inclusive nos arredores da Casa Branca, em Washington.

O porta-voz do Departamento de Justiça, Kerri Kupec, disse que equipes do FBI – Bureau Federal de Investigações e antimotins dos cárceres federais foram estacionados na capital e em Miami para tentar conter os protestos. Também, agentes do ICE – Serviço de Imigração e Controle de Aduanas.

Nesse panorama, o ex-presidente Barack Obama disse que os manifestantes que se expressam de forma pacífica e responsável são corajosos e inspiradores por terem erguido a voz contra o fracasso dos intentos de reformar as práticas policiais nos EUA nas últimas décadas.

“Merecem nosso respeito e apoio, e não uma condenação”, apontou, ao criticar a minoria que, ao apelar à violência, coloca em risco a população e desvia a atenção da causa maior que gerou os protestos.

A violência policial é a sexta causa de morte entre os jovens afrodescendentes dos EUA, segundo estudo das universidades de Michigan, Washington e Rutgers. Eles têm 2,5 vezes mais possibilidades de morrer em mãos da polícia do que os jovens brancos.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up