Movimento Não Alinhado denuncia na UNESCO o bloqueio norte-americano a Cuba

Havana, 10 de junho (RHC).- O Movimento dos Países Não alinhados denunciou na UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA a Cuba desde o começo da década de 1960, endurecido nos últimos tempos pelo presidente Donald Trump.

Numa sessão extraordinária do Conselho Executivo do organismo internacional, o Capítulo UNESCO dos Não Alinhados denunciou o impacto do cerco em meio ao enfrentamento à pandemia, e sublinhou que dificulta a aquisição de insumos e equipamentos para essa tarefa. Essas medidas constituem uma violação do direito internacional e da Carta da ONU, apontaram os Não Alinhados.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up