Bloqueio norte-americano dificulta colaboração de Cuba com a Organização de Energia Atômica

Havana, 23 de setembro (RHC).- O bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA, vigente há quase 60 anos, dificulta a colaboração de Cuba com a Organização Internacional de Energia Atômica.

A embaixadora na Áustria, Loipa Sánchez, denunciou na conferência online da entidade que apesar dessa situação, ambas as partes tiveram resultados relevantes em projetos ligados a setores priorizados.

“Por causa do bloqueio e no contexto da pandemia, Cuba não tem acesso desde o território nacional às plataformas digitais em que se realizam reuniões e eventos virtuais da entidade com sede em Viena”, afirmou a diplomata, e lembrou que a cooperação com a OIEA começou há quatro décadas.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up