As candidatas do candidato

Por Guillermo Alvarado

Agosto será um mês chave nas eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para o dia três de novembro, isto porque se conhecerá, finalmente, quem vai ser o vice do candidato pelo partido Democrata Joe Biden.

Sendo ele um sujeito que não arrasta multidões, terá de escolher para sua chapa uma pessoa capaz de preencher suas próprias lacunas e assim aproveitarem, juntos, as fraquezas de um Donald Trump contundido por seu caráter contraditório e os efeitos da crise sanitária causada pela Covid-19.

Até agora, só se sabe que será uma mulher. Fala-se muito em Kamala Harris, senadora por Califórnia, ex-fiscal durante dois períodos consecutivos nesse estado e filha de um economista da Jamaica e uma cientista da Índia, que emigraram jovens aos Estados Unidos.

Quando se abriram as primárias do partido Democrata, Harris se inscreveu como presidenciável, porém rapidamente riscou seu nome.

A imprensa menciona a também legisladora californiana Karen Bass, 66 anos, que lidera um grupo de congressistas negros que redigiram um projeto de lei de reforma policial após o assassinato de George Floyd.

Dentro do leque de candidatos afro-americanos aparece a ex-assessora de Segurança Nacional Susan Rice, favorita para alguns levando em conta seus conhecimentos de política internacional, um dos pontos fracos do governo de Trump.

Já entre os hispano-americanos, Biden poderia escolher Michele Lujan Grisham, governadora de Novo México e implacável crítica da política migratória da Casa Branca.

Menos conhecida é a veterana de guerra de origem tailandesa Tammy Duckworth, que perdeu as duas pernas no Iraque e agora é senadora por Illinois.

A relação é longa, porém mencionaremos a senadora Elizabeth Warren, conhecida por suas posições progressistas, mas ela está com 71 anos, o que a prejudica.  O aspecto da idade é relevante, porque se Joe Biden agora com 78 anos, ganhasse as eleições, dificilmente poderia se candidatar à reeleição em 2024. Sua vice é que teria de assumir essa tarefa. Vamos ver o que vai acontecer.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up