Cuba exige fim do bloqueio norte-americano

Havana, 11 de dezembro (RHC).- O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, exigiu dos EUA a eliminação do bloqueio econômico, comercial e financeiro vigente há quase seis décadas, o restabelecimento da concessão de vistos de entrada a cidadãos de Cuba e o fim da repressão contra migrantes, minorias e pobres.

No portal digital do ministério das Relações Exteriores, Rodríguez condenou as declarações do secretário norte-americano de Estado, Mike Pompeo, quanto à situação dos direitos humanos neste país. Disse que são indignantes e mostram falta de decoro.

Por sua vez, Carlos Fernández de Cossío, diretor-geral dos EUA na Chancelaria, apontou que Washington carece de autoridade moral para falar nessa questão, e destacou os abusos constantes do governo norte-americano contra seus próprios cidadãos e os povos do mundo. Cossío frisou que se estivesse realmente interessado nas prerrogativas dos cubanos, não manteria o bloqueio, não colocaria empecilhos à migração ordenada nem suspenderia os serviços consulares em Havana.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up