Ícones do esporte cubano denunciam impacto do bloqueio norte-americano

Havana, 19 de fevereiro (RHC).- Mijaín López, tricampeão olímpico de luta, Javier Sotomayor, recordista mundial no salto em altura e campeão nos Jogos de Barcelona’92, Félix Álvarez, titular pan-americano no tiro em Lima’2019, e outras estrelas do esporte cubano denunciaram que o bloqueio dos EUA afeta notavelmente o setor e constitui o principal obstáculo para seu desenvolvimento.

No recente encontro online organizado pelo ICAP – Instituto Cubano de Amizade com os Povos e o INDER – Instituto Cubano dos Esportes, outros atletas e dirigentes se pronunciaram em termos semelhantes.

Cuba apresenta anualmente na ONU o informe intitulado “Impacto do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA desde a década de 60”.

De março de 2019 a abril de 2020 as perdas econômicas por essa causa no esporte desta Ilha atingiram quase 10 milhões de dólares, e prejudicaram especialmente modalidades como o beisebol, futebol, vôlei, tiro e basquete, segundo dados oficiais do INDER.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up