Ex-presidente boliviano Evo Morales afirma que paralisação convocada pela direita fracassou

Havana, 12 de outubro (RHC).- O ex-presidente boliviano Evo Morales afirmou que a paralisação nacional convocada pela direita na segunda-feira passada fracassou. No Twitter, considerou que o povo não quer ser cúmplice do golpe nem do separatismo, porque defende a democracia e a unidade do país, e não deseja prejudicar a economia.

Segmentos da oposição, entre eles o governador de Santa Cruz, Luis Fernando Camacho, o ex-candidato presidencial Carlos Mesa e o ex-mandatário Jorge Fernando Quiroga chamaram a mobilizações e a uma greve geral contra o governo de Luis Arce.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Deputados, Freddy Mamani, denunciou que a iniciativa visava desestabilizar a Bolívia, e que se impôs a consciência do povo. As autoridades indicaram que a adesão foi parcial em alguns departamentos.

Editado por Irene Fait



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up