Díaz-Canel afirma que Cuba está em pé pelo SIM à Constituição e o apoio à Venezuela

Havana, 22 de fevereiro (RHC).- O presidente Miguel Díaz-Canel afirmou que Cuba está em pé pelo SIM no referendo sobre a nova Constituição, a ser realizado neste domingo, e o apoio à Venezuela.

No Twitter, postou: “Nossas vozes pelo presente e o futuro de Cuba e América Latina”. Reiterou o chamamento de “Mãos Fora da Venezuela” em momentos em que esse país está sob ameaça de intervenção militar dos EUA com o pretexto de uma suposta crise humanitária.

Quanto ao texto da nova Carta Magna cubana, Díaz-Canel disse que é fruto do mais coletivo dos exercícios de pensamento e do saber popular. Referiu-se assim ao processo de consulta em reuniões de bairro e nos centros de produção e serviços na segunda metade do ano passado. As opiniões foram levadas em conta na hora de redigir a versão final do documento, que já foi aprovado no Parlamento.

O presidente cubano destacou que no domingo milhões de cidadãos exercerão seu direito ao voto no referendo.

Nestes dias, a população tem participado de atividades de respaldo à nova Carta Magna e de solidariedade à Revolução Bolivariana na Venezuela. O Parque Vidal da cidade de Santa Clara foi cenário de um show do cantor e compositor Tony Ávila e outros artistas. Hoje à noite, em Havana, estão previstos Concertos pela Pátria com bandas famosas como os Van Van e Anacaona. No sábado, a companhia infantil de teatro La Colmenita participará da jornada de apoio ao SIM por Cuba.

Nesta sexta-feira, a chancelaria russa rechaçou toda tentativa de ingerência da OEA – Organização de Estados Americanos no processo do referendo constitucional em Cuba. “Consideramos que a realização de um referendo em Cuba e a adoção da Carta Magna são um direito soberano e inalienável desse país e do seu povo, afirmou a porta-voz Maria Zajarova. “O uso de qualquer pressão sobre o governo cubano e seus cidadãos é absolutamente inaceitável”, advertiu.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up