Rússia rejeita inclusão de Cuba em lista do governo norte-americano sobre terrorismo

Havana, 22 de maio (RHC).- A Rússia rejeitou a inclusão de Cuba na lista elaborada pelo governo norte-americano sobre nações que supostamente não colaboram na luta contra o terrorismo.

Essa decisão é mais inaceitável ainda quando se sabe que as autoridades dos EUA não reagem para investigar a recente agressão contra a embaixada de Cuba em Washington, denunciou a porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Maria Zajarova. Disse que o governo desse país tem o dever de garantir a proteção das missões diplomáticas credenciadas no seu território.

Zajarova destacou a colaboração de Cuba no combate ao terrorismo e lembrou que a maior parte da comunidade internacional se opõe ao bloqueio econômico, comercial e financeiro dos EUA a esta Ilha, vigente há quase 60 anos.

Em Havana, Ana Teresita González, vice-ministra do Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro, conversou com o embaixador russo, Andrei Guskov. No Twitter, disse que o diálogo girou em torno da ampliação das relações econômicas e comerciais entre os dois países em setores chave da economia.

“Ficou patente a vontade de continuar trabalhando juntos em benefício dos dois países e povos”, apontou González no Twitter. Hoje, esses laços são maiores em setores como a energia, metalurgia, ferrovias, aviação, agricultura e indústria biofarmacêutica.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up