Cuba denuncia prejuízos bilionários do bloqueio norte-americano

Havana, 10 de setembro (RHC).- Cuba denunciou os prejuízos bilionários ocasionados ao país pelo bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA, vigente desde o começo da década de 1960.
 
O vice-chanceler Abelardo Moreno mostrou na terça-feira o documento que será apresentado na Assembleia Geral da ONU sobre o assunto, semelhante aos aprovados nos últimos anos nesse órgão. “O título é o mesmo das resoluções aprovadas sistematicamente pela Assembleia Geral das Nações Unidas há 22 anos”, apontou Moreno, e disse que o mais grave é que essa política hostil continua sendo aplicada plenamente apesar da rejeição da comunidade internacional, sem a mínima justificativa política, ética, moral nem econômica.
 
“Nós calculamos que até março deste ano, comparando com o preço do ouro, o bloqueio tem custado ao povo cubano o montante astronômico de um trilhão, 112 bilhões e 534 milhões de dólares”, indicou o vice-chanceler. Sublinhou que além do custo econômico está a violação dos direitos do povo cubano. “Não há nem houve no mundo uma violação dos direitos humanos de um povo mais aterradora e vil que o bloqueio levado adiante pelo governo dos EUA contra Cuba há 55 anos”, afirmou Moreno.
 
Em outubro, o assunto voltará a ser debatido na Assembleia Geral da ONU.

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up