ONU diz que polícia de Honduras usou “força letal” para reprimir protestos contra fraude eleitoral

ONU diz que polícia de Honduras usou “força letal” para reprimir protestos contra fraude eleitoral.

Havana, 13 de março (RHC).- O Alto Comissariado de Direitos Humanos das ONU determinou que as forças de segurança de Honduras, especialmente a polícia militar, usaram força “excessiva e letal” para reprimir os protestos contra a fraude eleitoral de 26 de novembro passado.

Na época, a oposição denunciou que houve manipulação na contagem dos votos para garantir a reeleição do presidente Juan Orlando Hernández.

“O exame do tipo de ferimentos sofridos pelas vítimas indica que as forças de segurança fizeram uso letal de armas de fogo, inclusive contra manifestantes que estavam fugindo”, indica o relatório. Menciona que 31 pessoas foram mortas desde a data da votação até 27 de janeiro, quando Hernández tomou posse para seu novo mandato. O organismo da ONU afirma que alguns casos poderiam ser considerados “assassinatos extrajudiciais”.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up