Tribunal Supremo da Espanha julga líderes independentistas catalães

Havana, 12 de fevereiro (RHC).- O Tribunal Supremo da Espanha começou nesta terça-feira o julgamento de 12 líderes independentistas catalães. Eles são acusados pelo processo de separação desse território autônomo que levou ao referendo de primeiro de outubro de 2017 e à declaração de emancipação da Catalunha.

A Procuradoria solicita penas de sete a 12 anos de cadeia pelos delitos de rebelião, malversação e desobediência. O processo deve durar uns três meses com o depoimento de centenas de testemunhas, entre elas o ex-presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy. Os independentistas consideram que se trata de um julgamento político.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up