ONU critica presidente do Brasil por enfoque errado do meio ambiente

Havana, 27 de junho (RHC).- O relator especial da ONU sobre Pobreza Extrema e Direitos Humanos, Philip Alston, criticou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, por tentar desmantelar a gestão ambiental e dar passos no rumo equivocado.

“Muitos países estão dando passos de pouca visão no rumo errado. No Brasil, o presidente Bolsonaro prometeu abrir a selva amazônica para a exploração de minérios, acabar com a demarcação de terras indígenas e enfraquecer as agências de proteção ambiental”, indicou Alston em seu informe sobre o assunto. Disse que o político de extrema-direita é um exemplo de “fracasso de liderança governamental”.

O relator especial da ONU criticou também o chefe de Estado norte-americano, Donald Trump, por estar envolvido ativamente na tentativa de silenciar a ciência climática.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up