Liberdade do ex-presidente Lula tem impacto internacional

Havana, 9 de novembro (RHC).- A soltura do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, ontem, teve impacto internacional. O ex-mandatário foi colocado em liberdade em função de um ditame do STF – Supremo Tribunal Federal que suspendeu a prisão automática dos réus após condenação em segunda instância.

Agora, Lula poderá esperar fora do cárcere o resultado dos processos judiciais aos quais foi submetido até esgotar o último recurso nas instâncias superiores.

No Twitter, o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, afirmou que comove ver a fortaleza de Lula para enfrentar a perseguição, e isso mostra sua firmeza e imensidade como pessoa. Por sua vez, sua vice, Cristina Fernández, apontou que chegou ao fim uma das maiores aberrações da guerra jurídica na América Latina: a privação ilegítima da liberdade do ex-mandatário.

Na Venezuela, o presidente Nicolás Maduro celebrou o acontecimento e disse que marcará a reconstrução dos alicerces da união, a diversidade, o respeito e a colaboração na América Latina e Caribe.

Gabriela Rivadeneira, da bancada da Revolução Cidadã no parlamento equatoriano, indicou que a soltura de Lula é o começo de um processo de reivindicação dos presos e perseguidos políticos da região. Gerardo Núñez, deputado da Frente Ampla do Uruguai, declarou que a liberdade de Lula se transformou em luta de milhões de pessoas, na qual se engajaram os mais pobres do continente.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up