Logo Radio Habana Cuba

Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Presidente cubano chama a fazer história na Marcha das Tochas em homenagem a Martí

Havana, 27 de janeiro (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, chamou a fazer história nesta segunda-feira na tradicional Marcha das Tochas em homenagem ao Herói Nacional José Martí, cujo aniversário 167 do seu natalício será comemorado amanhã.

“Hoje vamos esperar o aniversário 167 de Martí com nossas tochas acesas, desde a escalinata universitária. Façamos história com a mais massiva marcha de homenagem ao Apóstolo”, postou no Twitter, e exortou a condenar os que pretenderam profanar sua memória.

Martí foi o principal organizador da última fase da guerra de independência contra o poder colonial espanhol, iniciada em 1895. Ele tombou em combate em maio desse ano. Foi um proeminente político, escritor, jornalista e poeta.

Noutra mensagem, Díaz-Canel rejeitou os pretextos arvorados pelas autoridades de facto da Bolívia para suspender a colaboração médica cubana nesse país. “Rechaçamos categoricamente as mentiras, deturpações e acusações sem fundamento do governo golpista boliviano”, indicou o mandatário e se referiu à nota oficial do ministério das Relações Exteriores de Cuba sobre o assunto.

A Chancelaria lembrou que a partir de 12 de novembro, quando em meio à violência assumiram o poder, as novas autoridades bolivianas iniciaram uma forte campanha para deteriorar as relações bilaterais. Em oito de janeiro, o ministro da Saúde disse que os cooperantes cubanos não eram profissionais da saúde e estavam lá para fazer tarefas de doutrinamento. Ele fez essas declarações numa coletiva de imprensa junto a um coronel da polícia a serviço da embaixada dos EUA em La Paz.

O comunicado do ministério das Relações Exteriores sublinhou que essa postura coincide com a campanha levada adiante pelo governo norte-americano contra a colaboração médica cubana prestada em dezenas de países, e considerada símbolo mundial de solidariedade.

Também no Twitter, Díaz-Canel reiterou o apoio de Cuba ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva em sua luta pela democracia. A mensagem se refere a uma entrevista concedida por Lula ao jornal argentino “Página 12”, na qual abordou a estratégia do PT – Partido dos Trabalhadores na situação atual do Brasil e da região.

O presidente cubano postou outra mensagem para destacar a solidariedade e o esforço presentes no processo de recuperação dos bairros de Havana afetados pelo forte tornado de 27 de janeiro do ano passado. O fenômeno natural deixou seis mortos, mais de 190 feridos e volumosos prejuízos materiais. Contudo, em apenas cinco meses recuperou-se 95% do que tinha sido destruído pelos ventos.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

7663894

  • maxima: 19729
  • yesterday: 7846
  • today: 3843
  • online: 196
  • total: 7663894