ALBA-TCP solidária com São Vicente e as Granadinas

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
2021-05-06 21:05:10

Pinterest
Telegram
Linkedin
WhatsApp

Sacha Llorenti y Ralph Gonsalves

Maria Josefina Arce

ALBA-TCP – Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América – Tratado de Comércio dos Povos – estendeu sua mão amiga a São Vicente e as Granadinas enviando ajuda humanitária a essa nação caribenha onde a erupção do vulcão La Soufriere fez grandes estragos.

No começo de abril passado, quando o primeiro-ministro Ralph Gonsalves advertiu sobre o desastre que se aproximava, o bloco de integração regional se moveu para prestar ajuda a um de seus Estados membros.

Venezuela, que juntamente com Cuba, deu vida à ALBA em 2004, mandou imediatamente uma equipe de peritos da Força Tarefa Humanitária Simón Bolívar, para apoiar ações de remoção, busca e atendimento hospitalar e assistência técnica.

Cuba reforçou com seis especialistas sua brigada médica presente em São Vicente e as Granadinas, e mandou água potável engarrafada e máscaras contra gases.

A ajuda enviada pelos países do Caribe, consistente em alimentos, artigos de higiene e asseio, medicamentos, água, e outros insumos, chegou aos moradores de São Vicente e as Granadinas através de uma ponte humanitária via marítima estabelecida pela Venezuela com o apoio das autoridades de Santa Lúcia, outro Estado membro da ALBA-TCP.

Recentemente, visitou o território o secretário executivo do bloco regional Sacha Llorenti, para continuar reforçando o apoio aos danificados pela erupção do vulcão La Soufriere.

Llorenti viajou acompanhado pelo presidente do Banco da ALBA, Raúl Li Causi, que já tinha estado nessa nação dirigindo o apoio da Venezuela e a instituição financeira nos primeiros dias da emergência.

São Vicente e as Granadinas fazem parte da ALBA desde 2009 e se beneficiaram com os múltiplos programas sociais implementados pelo bloco de integração.

Em seu território se realizou o estudo psicossocial, pedagógico e clínico-genético, promovido por Cuba, em busca de pessoas que padeçam alguma deficiência, oferecer-lhes assistência e promover sua inclusão  na sociedade.

A nação caribenha também foi favorecida pela Missão Milagre, que, nascida da iniciativa de Havana e Caracas, superou suas fronteiras e se expandiu a outros países da América Latina e o Caribe.

Esse programa de reabilitação oftalmológica beneficia pessoas pobres.

Cuba não só ofereceu ajuda médica para elevar os índices sanitários de São Vicente e as Granadinas, mas também propiciou aos jovens daquela nação estudar medicina aqui.

A Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América – Tratado de Comércio dos Povos demonstrou ser uma fortificação de solidariedade e o humanismo na região ao desenvolver relações de novo tipo entre as nações cuja prioridade é o bem-estar de seus cidadãos.

 

 

 

 

 

 



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
Reproduzindo agora
Desde Mi Habana
A seguir
  • La Trova Cubana
  • Retrato de Jazz
  • Estampas

Mais vistas

up