UNICEF afirma que 1.800 crianças devem sair já da Líbia

Havana, 22 abril (RHC).- UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância – comunicou que 1.800 crianças devem sair já das zonas de guerra na Líbia, onde continuam os bombardeios e duros combates.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância insiste em que os menores de idade em Tripoli, a capital, e seus arredores correm risco iminente de morte devido aos choques armados entre forças do governo reconhecido pela ONU e o Exército Nacional Líbio.

A Organização Mundial da Saúde calcula em 220 o número de mortos e 1066 o de feridos na batalha por Tripoli entre as forças em pugna.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up