Venezuela busca cortar entrada da Covid-19 pela fronteira com Brasil e Colômbia

Havana, 23 de junho (RHC).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, advertiu que a subida no número de casos da Covid-19 no país se deve em grande medida ao retorno de cidadãos venezuelanos através da fronteira com o Brasil e Colômbia, países com alta incidência da enfermidade.

E chamou a população a manter a unidade nacional e respeitar as medidas de quarentena para frear a transmissão.

Maduro disse que é preciso aprimorar o trabalho do cordão sanitário estabelecido nas zonas fronteiriças e frear a entrada de pessoas que chegam através de caminhos e trilhas irregulares sem passar pelos controles. “Este é um problema de saúde, de vida”, expressou o mandatário.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up