Presidente cubano lembra reencontro de Fidel e Raúl em 1956

Havana, 18 de dezembro (RHC).- O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, lembrou o reencontro de Fidel e Raúl Castro em 18 de dezembro de 1956 na localidade de Cinco Palmas, dias depois do desembarque dos expedicionários do iate “Granma” no leste do país.

O grupo de revolucionários tinha se dispersado pela zona após ser atacado pelo exército em Alegría de Pío. Muitos deles foram capturados e mortos pelos militares, e outros conseguiram se reencontrar para iniciar a luta guerrilheira nas montanhas da Serra Maestra.

No Twitter, Díaz-Canel destacou a importância desse acontecimento e seu significado para a vitória popular, e compartilhou uma matéria publicada no diário “Granma”, órgão oficial do Partido Comunista de Cuba. O texto reproduz a frase de Fidel Castro ao se reunir com Raúl: “Agora sim ganhamos a guerra”.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up