Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Congresso do PSUV: fortalecer a revolução na Venezuela

Em momentos em que a oligarquia nacional e internacional pretende deitar por terra os avanços socioeconômicos dos últimos anos, o PSUV, Partido Socialista Unido da Venezuela, reforça sua unidade na defesa dos direitos do povo.

Durante seu 3º Congresso, a organização política fundada em 2008 pelo falecido presidente Hugo Chávez destacou a necessidade de consolidar o processo socialista bolivariano, no intuito de preservar a soberania e independência do país.

Os debates na plenária e nas reuniões prévias ao encontro tornaram evidente o consenso em torno de fortalecer e continuar desenvolvendo o legado de Chávez, que ao assumir o poder em 1999 iniciou uma série de transformações em benefício do povo, principalmente dos segmentos mais humildes.

Os participantes designaram Chávez como líder eterno do partido, e o atual chefe de Estado, Nicolás Maduro, como chefe máximo da organização.

No encontro, em Caracas, Maduro exortou ao debate e a exercer a crítica para trabalhar juntos pelo avanço da revolução. Admitiu que nem tudo é perfeito no seio do partido, nem tudo funciona como deveria. Porém, disse que existe uma força criativa. “Deste congresso sairemos fortalecidos”, garantiu o presidente venezuelano.

Os delegados expressaram que consolidar o papel aglutinante do PSUV e aprofundar mais ainda sua interação com a população é uma necessidade dos tempos atuais, nos quais a direita apela à guerra econômica para gerar descontentamento no país.

Nesse contexto, prossegue a ofensiva econômica para elevar a produção, garantir o abastecimento de produtos e manter preços justos. Esses e outros aspectos da gestão do governo foram debatidos no congresso da organização, levando em conta as sugestões recebidas através de um site digital habilitado com esse propósito.

O congresso do Partido Socialista Unido da Venezuela tem sido uma via para aprimorar o trabalho político e escutar a voz do povo, e dessa maneira impulsionar juntos a Revolução Bolivariana.

Ficou claro o objetivo dos militantes de consolidar o legado de Hugo Chávez em torno da preservação da soberania e independência, manter erguida a bandeira do antiimperialismo, continuar trabalhando pelo bem-estar do povo e promover a integração na América Latina e o Caribe.

(M.J. Arce, 31 de julho)

 

Editado por Juan Leandro
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

3854437

  • maxima: 19729
  • yesterday: 4211
  • today: 1613
  • online: 174
  • total: 3854437